Blasés

sábado, 30 de agosto de 2008
Na ausência de idéias legais para postar um texto aqui… eu resolvi revirar umas coisas antigas que tinha e escrito e publicar… e achei um treco que escrevi no ano passado(ano cheio de reviravoltas). Eis o texto:


O fim

Grande sábio é aquele
Que sabe o momento oportuno de parar...
Infelizmente(felizmente) eu não faço(ou nao fazia)
Parte desse grupo...
Eu parei...

Mas fiz na hora certa?
Ou "fizeram" essa hora pra mim?
Um pouco dos dois eu diria...
Que seja!!!!

É fato que o amor estava se pondo...
Eu já te beijava buscando o fervor de outrora...
O beijo apaixonado passou a ser
Beijo desesperado...

Então, veio o fim...
Da pior forma possível:
"Decidiram" por nós... ou por mim? vai saber....
Enfim... foi o fim já antes anunciado
Pelos beijos desesperados...

O que havia de bom foi esquecido
Há muito...
Sobrou râncor...
Que logo foi substituído pela pena...
Quem perdeu foi você... muito mais do que eu....
Continuo sem saber se foi
Na hora certa...
Mas, enfim,
Veio o Fim.


Legalzinho ele, até… mas a questão é que eu me dei conta do velho clichê de que o mundo dá voltas…(vale a ressalva de que o texto é autobiográfico) e ele foi baseado na pura raiva…Nem sei porque… acredito eu que se o aquele contexto se repetisse hoje, esse texto não iria existir, hoje eu tô “paz e amor”… enfim
O mundo dá voltas mesmo… e eu perdi a linha de raciocinio… “blaseei” de forma vaga…

1 comentários:

palavraperfumada disse...

A raiva quase sempre segue o amor, talvez seja por querer ser parecida com ele...
O seu texto é lindo, ainda que triste e muitos se identificariam, por mais diversas que sejam as causas, se identificariam sim.
Bonito é transformar a dor em palavras bonitas, tem gente que faz isso sem preceber...

Creative Commons License
André Dias Textos by Pensamentos Avulsos is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Vedada a Criação de Obras Derivadas 3.0 Brasil License.