Blasés

terça-feira, 25 de maio de 2010
Hoje eu acordei
sentindo falta
do que se perdeu
pelo tempo frágil, sempre tao instável

Me senti estúpido...
estava tão lúcido...

Mas seus lábios me tocaram
num flerte perigoso
com minha imaginação
Corpos se enlaçaram
e na escuridão

Fractais de desejo
irroperam de nossas dermes
saciando toda sede
de reparação...
que saudade!

Aí eu acordei
com um estranho som
de... sirenes?
Sirenes da realidade.

1 comentários:

Quesia disse...

amo essa idéia de falar de um amor surreal, que vai crescendo, se tornando ousado, cada vez mais palpável, e por fim se dissolve como num sonho... ops... foi um sonho!!! rsrs

Creative Commons License
André Dias Textos by Pensamentos Avulsos is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Vedada a Criação de Obras Derivadas 3.0 Brasil License.